Biblioteca · Desafio de livros · Resenha

Amor de Redenção – Francine Rivers

“Pode o amor de Deus resgatar uma pessoa que não acredita mais no amor humano?”

Califórnia, 1850. uma época em que os homens vendiam a própria alma por um punhado de ouro e as mulheres vendiam o próprio corpo por algum lugar para dormir.

Angel aprendeu a não esperar dos homens nada além de traição. Vendida como prostitua ainda criança, a única maneira que ela encontra para sobreviver é mantendo o ódio bem vivo em seu coração. E o que ela mais odeia são os homens que a usaram, deixando-a com um imenso vazio interior.

Até o dia em que ela conhece Michael Hosea. Um homem que busca o divino em todas as coisas, Michael obedece ao chamado de Deus para que se case com Angel e a ame incondicionalmente. Aos poucos, ele vai conquistando um lugar cada dia maior no coração de sua esposa, que começa a se abrir para ele.

Mas, com a chegada inesperada desse amor, Angel é invadida por sentimentos arrebatadores de medo e de desprezo por si mesma. E então ela foge, de volta para a escuridão, para longe do amor perseverante de seu marido, morrendo de medo da verdade que ela já não pode negar: sua cura definitiva deve vir daquele que a ama mais até do que Michael… aquele que jamais vai abandoná-la.

Amor de redenção é um clássico atemporal, uma história transformadora sobre o amor incondicional, redentor e absoluto que está ao alcance de todos nós.

Autora: Francine Rivers
Editora: Verus Editora
Ano: 2011
Páginas: 462
Título original: Redeeming Love

 

O ENREDO

A trama gira, basicamente, em torno de Sarah, no começo ainda criança e que vê sua mãe ser abandonada pelo pai (ela era amante dele) e virar prostituta para tentar criar a filha. Aos 8 anos de idade, quando a mãe morre, Sarah é vendida para a prostituição e aí começa a pior fase de sua vida.

Por cerca de 10 anos, Angel (o novo nome que recebe) é explorada, humilhada e machucada de todas as formas possíveis e imagináveis. Aos 18 anos, ela parece já ter vivido uma vida inteira. Para tentar se proteger de todo o sofrimento, ela se torna uma pessoa fria, desacreditada das pessoas, de Deus e do futuro.

Enquanto isso, um jovem temente a Deus chamado Michael Hosea ouve Sua voz dizendo que deveria se casar com Angel ao vê-la na cidade e aí começa a luta. Angel não quer sair do prostíbulo, porque não consegue acreditar que existe uma vida diferente além daquela que conhece.

Após alguma insistência, Michael consegue levar Angel embora (ok, ela estava meio inconsciente, mas tá valendo). Hosea cuida da jovem, ensina-lhe a cuidar de uma pequena fazenda, mas, acima de tudo, procura lhe mostrar o que realmente é o amor.

Angel reluta muito para se abrir com Michael, mas aos poucos todo o carinho e cuidado que recebe começa a surtir efeito. E aí, Angel não consegue enfrentar as verdades que descobre dentro de si. E foge. Foge uma, duas vezes…

Em todas, Michael vence seu orgulho e busca Angel, até que decide não ir atrás, porque a decisão de permanecer ou partir precisa ser da jovem. Mas tudo o que ela aprendeu no tempo que viveu com Michael lhe marcou muito e ela então precisa fazer a escolha mais importante de sua vida…

(E paro por aqui pra não dar spoiler, óbvio J)

 

MINHA OPINIÃO

É um dos meus livros preferidos. Consegui ler apenas no computador, mas mesmo assim lia sempre que tinha um tempinho. Acho a história profunda, bem construída e, claro, com muita possibilidade de reflexão.

Os personagens são bem construídos, as cenas são bem detalhadas, mas sem ficar cansativas. São 400 páginas de história, mas que passam rapidamente, tamanha a fluidez que Francine dá ao texto.

Creio que o maior objetivo da autora seja mostrar quão forte e paciente é o amor de Deus conosco. Angel é a maior prova disso. Ela é rebelde, insolente e orgulhosa – e não a culpo por isso, afinal o que foi obrigada a passar é uma maldade sem tamanho, ela tentava apenas se proteger. Mas mesmo com tudo isso, Deus a alcança e lhe mostra que pode se curar e ter uma vida nova.

Toda essa mudança, essa quebra de conceitos e aprendizagem de uma nova realidade leva tempo, exatamente como acontece conosco. É uma questão de amadurecimento e Deus respeita esse nosso momento.

Em vários momentos eu quis bater na Angel, pensando o quanto ela estava desperdiçando, machucando Michael e destruindo a si mesma. Aiii, que menina orgulhosa – but, wait! quantas vezes somos assim também? Quantas vezes insistimos no mesmo erro, nos agarramos a um fiozinho de orgulho que acreditamos ser nossa salvação, mas nos leva cada vez mais para o fundo do poço?

Amor de Redenção me traz lágrimas aos olhos, por ver como o amor (de Deus e das pessoas) pode mudar alguém. Sempre que leio fico pensando na paciência que Deus tem comigo, procurando me ensinar tantas coisas, querendo Se mostrar a mim como Ele é: companheiro, amigo, segurança…

A história é um romance sim, e embora Michael seja um tipo ideal de homem, o foco não é esse, porque até mesmo ele procura sempre mostrar a Deus – e é isso que o faz ser tão especial.

Esse é um livro que não importa quantas vezes seja lido, sempre trará um novo conhecimento, a observação de um novo detalhe… e em todas as vezes Deus poderá mostrar o quanto quer e pode cuidar de nós.

Acho que poderia escrever muito mais sobre essa obra, mas ficaria muito extenso e creio que o melhor mesmo é cada um ler e tirar suas próprias conclusões, porque é um daqueles livros capazes de produzir inúmeros efeitos nas pessoas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s